Seguem o meu sonho...

domingo, dezembro 19, 2010

Saudade de ti...

video
Eu bem sei, que nunca mais pensastes em mim
Como vou e como estou depois de te perder
Também sei mesmo a viver morri para ti
E o meu nome já mais voltastes a dizer

Eu bem sei, que nunca mais falastes em nos
Do que foi e do que fiz um dia por nos dois
Também sei, que sou silencio em tua voz
E só Deus sabe, só Deus sabe como eu estou

A Saudade de ti tomou conta de mim e me mata por dentro
Esta falta de amor nunca me abandonou dês de que eu te perdi
A cor da solidão pintou o meu coração de magoa em sofrimento
E assim é o meu viver nesta dor sem esquecer quem se esqueceu de mim

Eu bem sei, que nunca mais pensastes em mim
Se estou só, ou como tu até tenho outro amor
Também sei, que a minha vida já nada te diz
Só Deus sabe, só Deus sabe como eu vou


"Letra de uma musica de Tony Carreira"

quarta-feira, dezembro 08, 2010

Se tu não estás aqui…

Se tu não estás aqui
Sinto um vazio…
o teu vazio
falta me uma parte…
a tua parte
tenho alegrias…
com um trago amargo
quando não estás ao meu lado
se tu não está aqui…
falta me o ar
do paraíso ao inferno…
continuo a te amar…
se tu não estás aqui…
não sinto ninguém
falta me um sonho
meu coração é refém
de um amor sem dono…
lembro me de ti
sinto um abandono
porque tu não estas aqui…

terça-feira, novembro 30, 2010

Amor para lá do horizonte...

Amor,
sentimento forte este que sinto por ti...
num mundo perdido...
eu permaneço aqui...
á espera de te encontrar
e a ti me abraçar...
com esperança de assim ficar
para lá do horizonte...
num eterno momento...
do agora!

segunda-feira, novembro 22, 2010

Nossa loucura...

Nossos corpos se aproximam…
nossos lábios se unem
nossas línguas se entrelaçam...
beijos intensos…
sedentos…
numa entrega total
sem limites, sem pudores, sem receios...
o desejo apodera-se do nosso corpo…
agarras me…levas me...
possuis me
carícias pelo corpo inteiro…
gemidos ardentes…
uma sintonia perfeita de ritmo, balanço e sabor...
explodimos…
de prazer…
de sentidos...
dos nossos corpos ansiosos...
de desejo...

segunda-feira, novembro 15, 2010

Vem amar me...

Preciso afagar o teu rosto com doçura
beijar teus lábios molhados
sentir as tuas mãos a passear na minha pele
desejo o teu beijo mais ousado…
sem pensar no que é certo ou errado
vem fazer me…
tremer…
arrepiar...
gemer…
vem dar me...
beijos apaixonados...
quentes...
vibrantes...
vem amar me…

segunda-feira, novembro 08, 2010

Há sonhos...

Há sonhos que terminam como uma onda que rebenta quando chega ao areal...
Há sonhos que terminam quando as palavras se gastam...
Quero ficar com os meus pensamentos...
apesar de tudo o que nos separa...
não consigo evitar o que nos uniu...
quando éramos NOS...
e pelas circunstancias da viva deixamos de o ser...
passamos a ser tu...
e eu...
As coisas que nos separaram são maiores que as coisas que nos unem…
por tudo o que nos tivemos...
por tudo o que fomos...
por tudo o que nos afastou...
o sentimento não mudou...

domingo, outubro 31, 2010

Afasto me...

Não quero ser tua amiga
isso seria uma mentira…
o que eu sinto por ti é muito mais do que isso…
tudo tem o seu tempo
chegou o tempo de nos afastar mos…
de me afastar de ti…
um dia vais perceber
o que me fez afastar…
não foi por não te querer
mas sim por ainda te amar…

segunda-feira, outubro 25, 2010

Não quero recordar te...

Há dores dentro do meu coração que teimam em não sair... realidades que não consigo esquecer...
















e poder recordar te não me ajuda em nada...
a minha cabeça leva me para sítios...dos quais eu quero fugir...

terça-feira, outubro 19, 2010

Uma dor que não sai do meu peito...

Cada pingo de chuva que cai...
é uma lágrima minha...
pois a minha tristeza é enorme ...
a cada dia que passa parece mais difícil esconder a dor que sinto
por não estares aqui perto de mim...
choro para desabafar esta saudade...
saudade que parece não querer desaparecer...
o dia em que eu fui importante para ti...
e hoje para mim...
não estarás presente mas acredita onde estiver e com quem estiver...
estarás sempre no meu coração...
meu anjo doce...

terça-feira, outubro 12, 2010

Tudo acaba por morrer...

Uma flor nasceu em meu jardim
tem cheiro a jasmim...
a lua nasce para todos
e todos nascemos para a lua
quem a vê sabe viver...
mas...
quem interroga nada vê...
amor é sonhar
amor tem humor...
mas...
também tem dor...
árvore que nasce não morre?!?...
Morre sim...porque todo o ser vivo morre
Morrer é humano é natural...
meu coração vai te esquecer...
porque...
tudo acaba por morrer...

quarta-feira, outubro 06, 2010

Esqueço o passado...

Por tudo o que me fizeste…
por todas as expectativas que tu me criaste
por todas as promessas que fizeste e não cumpriste
pelo vazio em que me deixaste
reacendes a afogas os meus sentimentos…
olho o mar…
vejo as algas…
as conchas…
penso que se não tivessem rochas, o mar as levava por ai fora…
morriam…
os barcos se não tivessem ancora…
o mar os levava...
o amor é o nosso porto seguro…
o pior é quando essa ancora não presta e nos deixa ir para alto mar…
já não tenho força…
para deixar de ver o que não quero…
forma tão estranha de demonstrares o teu amor…
se um dia…
dás no outro tudo tiras…
esqueço o passado…
tenho que me concentrar no futuro…
quero afastar te de mim…
já não me interessas…
posso te recordar
lembrar me do teu amor…
se um dia o foi...
mas não me vou magoar
nem sentir qualquer dor
foste um passado…
um passado feliz
hoje acabado
meu coração o diz
magoaste me
feriste me a alma
e hoje para mim...
o mais importante não é sabermos quem é que nos ama ou não…
mas sim quem nos pode fazer verdadeiramente felizes...

sexta-feira, outubro 01, 2010

Grito...

Os meus sentimentos
cresceram tanto por ti...
e agora doí ter de esquecer...
ai...
se doí...
sinto um vazio tão grande...
uma sensação de perda...
uma saudade...
preciso gritar...
soltar toda esta angustia...
toda esta desilusão
que sinto dentro de mim...
dentro do meu coração
Preciso
soltar o grito da minha alma...

sábado, setembro 25, 2010

Vida de um sonho...

Uma ave nasceu...
uma ave viveu...
uma ave sonhou...
mas...
um dia também morreu
Morreu mas amou...
foi feliz porque sonhou!
Ser ave é ser vida...
ser humano é querer a vida...
não somos ninguém...mas sim alguém...
vivemos...
sofremos...
sonhamos...
vivemos por sofrer mas também por sonhar...
Esse viver só existe no amor...
amar a vida ao mesmo tempo temos que acreditar...
amar é viver...
viver é sofrer...chorar será humano até morrer
quem não chora não vive...
porque nunca viveu...
mas sim já morreu...!!!

sábado, setembro 18, 2010

R E F L I TA...

Para vocês que são casados ou pretendem se
casar um dia...ou que pretendam separar se...vale a pena ler essa história reflexiva...


Naquela noite, enquanto minha esposa servia o jantar, eu segurei sua mão e disse: "Tenho algo importante para te dizer". Ela se sentou e jantou sem dizer uma palavra. Pude ver sofrimento em seus olhos.
De repente, eu também fiquei sem palavras. No entanto, eu tinha que dizer a ela o que estava pensando. Eu queria o divórcio. E abordei o assunto calmamente.
Ela não parecia irritada pelas minhas palavras e simplesmente perguntou em voz baixa: "Por quê?"
Eu evitei respondê-la, o que a deixou muito brava. Ela jogou os talheres longe e gritou "você não é homem!" Naquela noite, nós não conversamos mais. Pude ouvi-la chorando. Eu sabia que ela queria um motivo para o fim do nosso casamento. Mas eu não tinha uma resposta satisfatória para esta pergunta. O meu coração não pertencia a ela mais e sim a Jane. Eu simplesmente não a amava mais, sentia pena dela.
Me sentindo muito culpado, rascunhei um acordo de divórcio, deixando para ela a casa, nosso carro e 30% das acções da minha empresa.
Ela tomou o papel da minha mão e o rasgou violentamente. A mulher com quem vivi pelos últimos 10 anos se tornou uma estranha para mim. Eu fiquei com dó deste desperdício de tempo e energia mas eu não voltaria atrás do que disse, pois amava a Jane profundamente. Finalmente ela começou a chorar alto na minha frente, o que já era esperado. Eu me senti libertado enquanto ela chorava. A minha obsessão por divórcio nas últimas semanas finalmente se materializava e o fim estava mais perto agora.
No dia seguinte, eu cheguei em casa tarde e a encontrei sentada na mesa escrevendo. Eu não jantei, fui direto para a cama e dormi imediatamente, pois estava cansado depois de ter passado o dia com a Jane.
Quando acordei no meio da noite, ela ainda estava sentada à mesa, escrevendo. Eu a ignorei e voltei a dormir.
Na manhã seguinte, ela me apresentou suas condições: ela não queria nada meu, mas pedia um mês de prazo para conceder o divórcio. Ela pediu que durante os próximos 30 dias a gente tentasse viver juntos de forma mais natural possivel. As suas razões eram simples: o nosso filho faria seus exames no próximo mês e precisava de um ambiente propício para prepar-se bem, sem os problemas de ter que lidar com o rompimento de seus pais.
Isso me pareceu razoável, mas ela acrescentou algo mais. Ela me lembrou do momento em que eu a carreguei para dentro da nossa casa no dia em que nos casamos e me pediu que durante os próximos 30 dias eu a carregasse para fora da casa todas as manhãs. Eu então percebi que ela estava completamente louca mas aceitei sua proposta para não tornar meus próximos dias ainda mais intoleráveis.
Eu contei para a Jane sobre o pedido da minha esposa e ela riu muito e achou a idéia totalmente absurda. "Ela pensa que impondo condições assim vai mudar alguma coisa; melhor ela encarar a situação e aceitar o divórcio" ,disse Jane em tom de gozação.
Minha esposa e eu não tínhamos nenhum contato físico havia muito tempo, então quando eu a carreguei para fora da casa no primeiro dia, foi totalmente estranho. Nosso filho nos aplaudiu dizendo "O papai está carregando a mamãe no colo!" Suas palavras me causaram constrangimento. Do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa, eu devo ter caminhado uns 10 metros carregando minha esposa no colo. Ela fechou os olhos e disse baixinho "Não conte para o nosso filho sobre o divórcio" Eu balancei a cabeça mesmo discordando e então a coloquei no chão assim que atravessamos a porta de entrada da casa. Ela foi pegar o ônibus para o trabalho e eu dirigi para o escritório.
No segundo dia, foi mais fácil para nós dois. Ela se apoiou no meu peito, eu senti o cheiro do perfume que ela usava. Eu então percebi que há muito tempo não prestava atenção a essa mulher. Ela certamente tinha envelhecido nestes últimos 10 anos, havia rugas no seu rosto, seu cabelo estava ficando fino e grisalho. O nosso casamento teve muito impacto nela. Por uns segundos, cheguei a pensar no que havia feito para ela estar neste estado.
No quarto dia, quando eu a levantei, senti uma certa intimidade maior com o corpo dela. Esta mulher havia dedicado 10 anos da vida dela a mim.
No quinto dia, a mesma coisa. Eu não disse nada a Jane, mas ficava a cada dia mais fácil carregá-la do nosso quarto à porta da casa. Talvez meus músculos estejam mais firmes com o exercício, pensei.
Certa manhã, ela estava tentando escolher um vestido. Ela experimentou uma série deles mas não conseguia achar um que servisse. Com um suspiro, ela disse " Todos os meus vestidos estão grandes para mim". Eu então percebi que ela realmente havia emagrecido bastante, daí a facilidade em carregá-la nos últimos dias.

A realidade caiu sobre mim com uma ponta de remorso... ela carrega tanta dor e tristeza em seu coração..... Instintivamente, eu estiquei o braço e toquei seus cabelos.

Nosso filho entrou no quarto neste momento e disse "Pai, está na hora de você carregar a mamãe". Para ele, ver seu pai carregando sua mãe todas as manhãs tornou-se parte da rotina da casa. Minha esposa abraçou nosso filho e o segurou em seus braços por alguns longos segundos. Eu tive que sair de perto, temendo mudar de ideia agora que estava tão perto do meu objectivo. Em seguida, eu a carreguei em meus braços, do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa. Sua mão repousava em meu pescoço. Eu a segurei firme contra o meu corpo. Lembrei-me do dia do nosso casamento.

Mas o seu corpo tão magro me deixou triste. No último dia, quando eu a segurei em meus braços, por algum motivo não conseguia mover minhas pernas. Nosso filho já tinha ido para a escola e eu me vi pronunciando estas palavras: "Eu não percebi o quanto perdemos a nossa intimidade com o tempo".

Eu não consegui dirigir para o trabalho.... fui até o meu novo futuro endereço, saí do carro apressadamente, com medo de mudar de ideia...Subi as escadas e bati na porta do quarto. A Jane abriu a porta e eu disse a ela "Desculpe, Jane. Eu não quero mais me divorciar".

Ela olhou para mim sem acreditar e tocou na minha testa "Você está com febre?" Eu tirei sua mão da minha testa e repeti "Desculpe, Jane. Eu não vou me divorciar. Meu casamento ficou chato porque nós não soubemos valorizar os pequenos detalhes da nossa vida e não por falta de amor. Agora eu percebi que desde o dia em que carreguei minha esposa no dia do nosso casamento para nossa casa, eu devo segurá-la até que a morte nos separe.

A Jane então percebeu que era sério. Me deu um tapa no rosto, bateu a porta na minha cara e pude ouvi-la chorando compulsivamente. Eu voltei para o carro e fui trabalhar.

Na loja de flores, no caminho de volta para casa, eu comprei um buquê de rosas para minha esposa. A atendente me perguntou o que eu gostaria de escrever no cartão. Eu sorri e escrevi: "Eu te carregarei em meus braços todas as manhãs até que a morte nos separe".



Naquela noite, quando cheguei em casa, com um buquê de flores na mão e um grande sorriso no rosto, fui directo para o nosso quarto onde encontrei minha esposa deitada na cama - morta.
Minha esposa estava com câncer e vinha se tratando a vários meses, mas eu estava muito ocupado com a Jane para perceber que havia algo errado com ela. Ela sabia que morreria em breve e quis poupar nosso filho dos efeitos de um divórcio - e prolongou a nossa vida juntos proporcionando ao nosso filho a imagem de nós dois juntos toda manhã. Pelo menos aos olhos do meu filho, eu sou um marido carinhoso.

Os pequenos detalhes de nossa vida são o que realmente contam num relacionamento. Não é a mansão, o carro, as propriedades, o dinheiro no banco. Estes bens criam um ambiente propício a felicidade mas não proporcionam mais do que conforto. Portanto, encontre tempo para ser amigo de sua esposa (do seu marido), faça pequenas coisas um para o outro para mantê-los próximos e íntimos. Tenham um casamento real e feliz!

quarta-feira, setembro 15, 2010

A vida não para...



Aceitar o passado…
não é nenhuma mentira…
mas sim, a única forma de viver o presente…
onde a esperança nos mantêm com os olhos no futuro…
e não nos deixa presos … aos erros que um dia cometemos...


Erros todos cometemos...mas o importante é seguir em frente...pois, a vida não para...
Não sabemos o dia de amanha…mas conhecemos os nossos limites! Uma das leis da vida é que ela esta sempre a tentar manter o equilíbrio…e quando esse equilíbrio é afectado há sempre mudanças, ajustes que são necessários fazer para que esse equilíbrio seja restabelecido…que Deus me dê serenidade para aceitar o que não posso mudar…força para mudar o que posso e sabedoria para saber a diferença… pois, a vida não para...

sexta-feira, setembro 10, 2010

I hate...

I hate the way you look at me ...
hate your perfect smile ...
hate to love you when you hold me ...
hate to stay happy when i see you ...
I hate me...
because can not forget you...

segunda-feira, setembro 06, 2010

Não sei para onde ia…

Não sei para onde ia…
quando a tua voz se calou
quando só restam magoas…
ressentimentos…
desilusões…
não sei o que fui…ou o que sou…
talvez para ti não passei de
um mar de nada…
de um céu sem estrelas…
de um jardim sem flores…
entrego as minhas forças
e desisto de entender
hoje é mais um dia comum ...
em que o céu desabou
em que me senti cultivada e depois destroçada.
não sei para onde ia…
quando tudo acabou!!




terça-feira, agosto 31, 2010

Espero te...

Queres me?…
nua tua?…
Vem!…
não demores…
Beija me…com teus lábios safados
Toca me…com tuas mãos macias
Vem!..
Enlouquece me…
Faz o meu corpo tremer
Faz o meu sangue ferver…
Trilha comigo o caminho da sedução
Faz acelerar a minha respiração…
Vem!…
Seduz me…
Vem!…
Ama me…
Língua ardente…
Corpos quentes
unidos num só…
Espero te...

quinta-feira, agosto 26, 2010

Já viste um assim? ...


Já viste um assim? ...









UM POUCO FORA DO NATURAL E DO NORMAL,
MAS ESTE É ASSIM









Acalmem-se....

Trata-se de ....
... um bebé Panda!


Que estavam a pensar?

Mentes depravadas... EHEHEHEHEHEH


segunda-feira, agosto 23, 2010

Nossa paixão...

Passo minhas mãos pelo teu corpo
percorro...exploro cada cantinho...
até te deixar louco
com todo o meu carinho...
beijo te docemente
o desejo sobe...torna se forte
corpos...suados...molhados...
unem se...fundem se num só...
produzindo acordes maravilhosos
tuas mãos atrevidas...
percorreram meu corpo
um perfeito escultor...
esculpindo com desejo...
as loucuras do amor
suspiros...
arrepios...
tesão...
tão ardentes na nossa paixão.

sexta-feira, agosto 20, 2010

Vamos dar uma...??



Um país com 2 sílabas...
Aconteceu realmente na rádio "TUPI FM 104,1", em São Paulo:


Locutor: - "Quem fala?"
Ouvinte: - "É o Vicente"
Locutor: - "De onde, Vicente?"
Ouvinte: - "Lapa!"
Locutor: - "Olha aí, Vicente da Lapa! Valendo o kit com camiseta e CD do Edson e Hudson. Preste atenção! Qual é o país que tem duas sílabas e se pode comer uma delas? Prestou bem atenção? Há um país com 2 sílabas e 1 delas é muito boa para se comer"

Dez segundos para responder:
Ouvinte: - "CUba!"


Locutor: (mudo por alguns segundos e algumas risadas no fundo). "Tá certo, senhor Vicente! Vai levar o prémio pela criatividade. Mas aqui na minha ficha estava escrito JAPÃO..."



Bom Fim de semana a todos...:)

Beijo d'anjo

segunda-feira, agosto 16, 2010

Renascer...

Quando alguém nos faz a cama
com...
um colchão de carinho...
uma almofada de ternura...
um cobertor de beijinhos...

ou...
nos mima com poemas tipo;


"olho te, e na tua serenidade...
encontro o meu bem estar,
no meu olhar
encontras a tua paz...
fechas os teus olhos
aproximo a minha face da tua...
e...
sondo te com um beijo...
terno...
infinito...
fazendo dos teus lábios os dedos a minha alma...
que sabe a maresia e a mel...
que reconhecem cada bocadinho de ti...
beijo te...com a ternura do sol...
beijo te ...com a ternura do mar...
no beijo ao sol quando se põe...
com a harmonia do mar quando acorda...
sinto na tua boca ...
o ondular do mar...
o sabor da maresia...
e mais não somos que pedaços...
de mar
e...
sol
na alegria inebriante do renascer... "

Sim...Fui feliz contigo este fim de semama...

domingo, agosto 08, 2010

Voltei...

Hoje,

o sol nasceu com saudades tuas...

o vento soprou com saudades tuas...

os oceanos,

os mares e os rios...

beijaram a terra...

com saudades tuas...

hoje até a própria saudade...

teve saudades tuas,

a vegetação da serra...

o azul do céu...

todo o universo sentiram saudades tuas...!!

Tudo...

porque eu estou com saudades TUAS...

A magia da vida ensinou me a acreditar que não importa a hora...

o dia...

ou o mês...

a qualquer momento...

podemos encontrar alguém especial...

No pouco tempo que estivemos juntos...

ambos soubemos deixar uma marca muito simples...

mas ao mesmo tempo tão profunda...

esta paisagem, está na minha memoria...

e tu estás...

em meu coração...

Houve um vazio...

que tu estás a tentar preencher

e eu estou a gostar...

Voltei...

domingo, julho 18, 2010

Sobrou...

Do nosso amor...
dos nossos momentos...
das nossas manhãs...
das nossas tardes...
das nossas noites...
das nossas promessas...
dos nossos beijos...
das nossas conversas...
dos nossos desejos...
dos nossos sonhos...
de ti...
de mim...
de nós...
sobrou...
sobrou tanto...
mas tanto
vazio...

Vou...

terça-feira, julho 13, 2010

...


És paixão que não foi esquecida
silêncio que não apaga
a dor só adormecida ...
sentir-te...
sem te poder tocar
eu sigo o vazio que há dentro de mim
no mar do teu corpo
naveguei sem parar
só me resta recordar...
guardo no peito a marca dessa ferida
agora sobram cicatrizes
de um passado adormecido
tento não te procurar
e esquecer o teu olhar...

sexta-feira, julho 09, 2010

O miúdo do restaurante!



Entrei apressada e com muita fome no restaurante. Escolhi uma mesa
bem
afastada do movimento, porque queria aproveitar os poucos minutos
que
dispunha naquele dia, para comer e acertar alguns bugs de
programação num
sistema que estava a desenvolver, além de planear a minha viagem
de férias,
coisa que há tempos que não sei o que são.
Pedi um filete de salmão com alcaparras em manteiga, uma salada e
um sumo
de
laranja, afinal de contas fome é fome, mas regime é regime não é?
Abri o meu portátil e apanhei um susto com aquela voz baixinha
atrás de mim:
- Senhora, não tem umas moedinhas?
- Não tenho, menino.
- Só uma moedinha para comprar um pão.
- Está bem, eu compro um.
Para variar, a minha caixa de entrada está cheia de e-mail.
Fico distraída a ver poesias, as formatações lindas, rindo com as
piadas
malucas.
Ah! Essa música leva-me até Londres e às boas lembranças de tempos
áureos.
- Senhora, peça para colocar margarina e queijo.
Percebo nessa altura que o menino tinha ficado ali.
- Ok. Vou pedir, mas depois deixas-me trabalhar, estou muito
ocupada, está
bem?
Chega a minha refeição e com ela o meu mal-estar. Faço o pedido do
menino, e
o empregado pergunta-me se quero que mande o menino ir embora.
O peso na consciência, impedem-me
de o dizer.
Digo que está tudo bem. Deixe-o ficar. Que traga o pão e, mais uma
refeição
decente para ele.
Então sentou-se à minha frente e perguntou:
- Senhora o que está fazer?
- Estou a ler uns e-mail.
- O que são e-mail?
- São mensagens electrónicas mandadas por pessoas via Internet
(sabia que
ele não ia entender nada, mas, a título de livrar-me de
questionários desses):
- É como se fosse uma
Carta, só que via Internet.
- Senhora você tem Internet?
- Tenho sim, essencial no mundo de hoje.
- O que é Internet ?
- É um local no computador, onde podemos ver e ouvir muitas
coisas,
notícias, músicas, conhecer pessoas, ler, escrever, sonhar,
trabalhar,
aprender. Tem de tudo no mundo virtual.
- E o que é virtual?
Resolvo dar uma explicação simplificada, sabendo com certeza que
ele pouco
vai entender e deixar-me-ia almoçar,
sem culpas.
- Virtual é um local que imaginamos, algo que não podemos tocar,
apanhar,
pegar... é lá que criamos um monte de coisas que gostaríamos de
fazer.
Criamos as nossas fantasias, transformamos o mundo em quase como
queríamos
que fosse.
- Que bom isso. Gostei!
- Menino, entendeste o significado da palavra virtual?
- Sim, também vivo neste mundo virtual.
- Tens computador?! - Exclamo eu!!!
- Não, mas o meu mundo também é
vivido dessa maneira...Virtual.
A minha mãe fica todo dia fora, chega muito tarde, quase não a
vejo,
enquanto eu fico a cuidar do meu irmão pequeno que vive a chorar
de fome e
eu dou-lhe água para ele pensar que é sopa, a minha irmã mais
velha sai todo
dia também, diz que vai vender o corpo, mas não entendo, porque
ela volta
sempre com o corpo, o meu pai está na cadeia há muito tempo, mas
imagino
sempre a nossa família toda junta em casa, muita comida, muitos
brinquedos
de natal e eu a estudar na escola para vir a ser um médico um dia.
Isto é virtual não é senhora???
Fechei o
portátil, mas não fui a tempo de impedir que as lágrimas
caíssem
sobre o teclado.
Esperei que o menino acabasse de literalmente 'devorar' o prato
dele,
paguei, e dei-lhe o troco, que me retribuiu com um dos mais belos
e sinceros
sorrisos que já recebi na vida e com um
'Brigado senhora, você é muito simpática!'.
Ali, naquele instante, tive a maior prova do virtualismo
insensato em que
vivemos todos os dias, enquanto a realidade cruel nos rodeia de
verdade e
fazemos de conta que não
percebemos!


Esta historia não é minha...
mas...
podia ser...
minha...tua...ou de qualquer um de nós...
li...gostei...e decidi partilhar...
espero que gostem...

Beijo d'anjo a todos que visitam o meu cantinho

segunda-feira, julho 05, 2010

Tudo passa...

Há magoas que teimam em não passar…
Tudo passa…

sim...
não duvido...

mas...




o problema é o entretanto…
custa que se farta…
O que irrita é não conseguir controlar as emoções…
e ser se traída pelo coração…


Luto…
luto conta tudo…
mas...
não posso lutar contra o que sinto…
Sinto me tão bem contigo…


mas...
quero esconder bem fundo os meus sentimentos…
Admito que apesar de tudo aquilo que nos separa…
não consigo evitar o que nos uniu…
posso discutir…
posso fugir…
mas não posso apagar a nossa relação…


sexta-feira, julho 02, 2010

Desafio...

Recebi este desafio dos amigos: DoiSabores...http://doisabores.blogspot.com/
O desafio consiste em revelar 6 coisas que vocês desconhecem de mim...aqui vão;

1:Adoro passar horas na praia a olhar o mar...
2:Gosto de ler...
3:Detesto cerveja...mas...vinho verde...venha ele:)bem fresquinho...
4:Tenho 1,60m...
5:Fumo...
6:Peso 50 kg...
Agora passo o desafio a 6 amigos...esta também é tarefa dicifil...mas...cá vão;
Quem quiser mostrar se um pouco mais...sinta se a vontade para aceitar o desafio...
BEIJO D'ANJO a todos que visitam o meu cantinho

segunda-feira, junho 28, 2010

Coração...

Coração!
Porque é que foste amar alguém assim?
não pensas te em mim...
Não te importas te com meu sofrimento
Entregaste te sem pensar no fim
Viveste o presente…
e achaste que tudo era para sempre
Grande erro que cometes te!!
O meu sonho era um amor eterno…
Há uma sensação em mim…
alma triste
Vagueia no jardim…
Onde plantaste rosas…
E eu só colhi espinhos

Fantasmas visitam a solidão
Tristeza em mim
Pobre coração
Como foste amar alguém assim
...

segunda-feira, junho 21, 2010

Desculpa...



Não fiques á espera nada de mim
Às vezes eu sou triste ou feliz
Às vezes nem eu sei quem sou
Desculpa…
eu já sofri demais por amor
Não te estou a comparar
Mas…
eu tenho traumas para esquecer
tu queres fazer com que eu esqueça
E viva um novo amor…
o teu amor
Mas eu ainda não me libertei…
E não me quero entregar…
Desculpa…
Mas não te consigo amar
Queres fazer com que esqueça
Tudo o que sofri…
Desculpa
Se te faço sofrer a ti…

terça-feira, junho 15, 2010

O importante é o que somos...

Adorei o jantar ao luar…
Vagabundos dos amores...
Fico com medo que o sonho acabe…
estou demasiado farta e habituada a desilusões…
Sei que...
Só nos desiludimos…
quando nos iludimos…
Não quero iludir me mais…
para não me voltar a desiludir..
Não quero seguir sempre os meus impulsos…
nem sempre estão certos…
Nós nunca tomamos conta da vida…
a vida estranhamente é que toma sempre conta de nós…
o que importa não é o que nós temos…
mas…
sim o que nós somos…
e quem somos…
é quem conhecemos…
com quem falamos…
não te impressiones com aquilo que eu tenho…
impressiona te pelo que eu sou…e o que sou pode ser tudo teu…
basta queres...!

sexta-feira, junho 04, 2010

Abro os olhos...

Fecho os olhos
procuro te...
pinto os meus pensamentos
com cores vivas e alegres...
desenho os meus sonhos...
estás ao meu lado
desejo te sem culpa...
os meus sonhos são obras primas...
o que sinto...
fala mais alto
do que o que eu penso...
isto de olhos fechados...
Abro os olhos...
minha realidade...
tanta saudade
um amor
que o tempo não levou...
um abandono que me tortura...
pedaços da minha alma
roubados...
pensamentos desfeitos...
sonhos inacabados...

...

Passaram por aqui...Informatica
Contador de visitas grátis Anjos